Press Releases

EMGA garante financiamento de 20M USD para Banco Improsa da Costa Rica

LONDRES, Nov. 01, 2022 (GLOBE NEWSWIRE) — A Emerging Markets Global Advisory LLP (EMGA), pela segunda vez a trabalhar com o Banco Improsa, assegura uma linha de crédito de 20 milhões de dólares da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento – AECID (assessorada pela COFIDES).

Comentando a transação, Felix Alpizar, Diretor-geral do Banco Improsa, afirmou: “O Banco Improsa sente-se honrado por ser reconhecido pela AECID e COFIDES pelo seu historial e programas de financiamento e apoio às micro, pequenas e médias empresas costa-riquenhas (MPME). Com esta linha de crédito, continuaremos a contribuir para o desenvolvimento económico e social do país.”

Sajeev Chakkalakal, Diretor de Banca de Investimentos da EMGA, disse: “É um prazer, mais uma vez, poder apoiar a visão continuada do Banco Improsa, de apoiar as PME na Costa Rica, e fechar este acordo de financiamento com a AECID (assessorada pela COFIDES).”

José Luis Curbelo, Presidente e Diretor-executivo da COFIDES, declarou que “temos o prazer de apoiar a AECID no seu primeiro projeto de grande impacto com a EMGA e o Improsa na região da América Central. Esta transação servirá para financiar pequenas e médias empresas na Costa Rica, o que contribuirá para a criação e manutenção de empregos de qualidade e para a redução das desigualdades. Esperamos poder continuar com estas parcerias estratégicas, que aumentam o crescimento económico nos países em desenvolvimento através do reforço do setor privado com um apoio financeiro sólido.”

Carlos Jiménez Aguirre, Diretor-geral da FONPRODE e Diretor do Departamento de Cooperação Financeira da AECID indicou que “a formalização desta transação reflete os objetivos da Cooperação Espanhola de contribuir para expandir o apoio financeiro às micro, pequenas e médias empresas (MPME) da Costa Rica, uma vez que as MPME desempenham um papel fundamental na criação e manutenção de empregos decentes e na redução de desigualdades. A nossa intenção é expandir este tipo de apoio a outros países da América Central, facilitando o acesso das MPME ao financiamento, com especial atenção à integração das estratégias de género e das alterações climáticas nas atividades do setor privado.”

A Emerging Markets Global Advisory LLP, com sede em Londres, ajuda empresas e instituições financeiras de mercados emergentes a obterem novas linhas de crédito ou a reforçar os seus capitais próprios.

O Banco Improsa foi fundado em 1995 e é um banco de nicho de mercado especializado na prestação de serviços financeiros e fornecimento de soluções financeiras às MPME, as quais representam a maior parte da sua carteira de clientes. O banco tem um vasto historial na prestação de serviços de apoio e aconselhamento às MPME. A chave para o sucesso do Banco Improsa reside no seu compromisso com elevados padrões de serviço personalizado, ágil e flexível, que, juntamente com soluções financeiras personalizadas, lhe tem permitido alcançar uma posição sólida nestes segmentos. O Banco Improsa faz parte do Grupo Financiero Improsa (GFI).

O Fundo para a Promoção do Desenvolvimento (FONPRODE) é gerido pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) com o apoio da COFIDES (Instituição Financeira Espanhola para o Desenvolvimento). A AECID é o principal organismo de gestão da Cooperação Espanhola e está orientada para a luta contra a pobreza e a promoção do desenvolvimento sustentável. A COFIDES fornece assessoria à gestão do FONPRODE com operações de financiamento reembolsáveis que promovem o desenvolvimento social e económico dos países parceiros através de investimentos ou transferências de recursos económicos com carácter reembolsável. O FONPRODE pode assegurar o financiamento não-reembolsável ou reembolsável de dívida e capitais próprios. Exemplos de financiamentos reembolsáveis no âmbito do FONPRODE são os empréstimos a prestadores de serviços financeiros destinados à inclusão financeira.

A COFIDES, uma empresa pública que se dedica à gestão de fundos públicos e de terceiros, bem como dos seus fundos próprios, persegue vários objetivos: internacionalização da economia espanhola, promoção do desenvolvimento económico e reforço da solvência das empresas afetadas pela COVID-19. Entre os seus acionistas contam-se, para além do Estado espanhol, o Banco Santander, o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), o Banco Sabadell e o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Jeremy Dobson

info@emergingmarketsglobaladvisory.com

GlobeNewswire Distribution ID 1000754205